Lista Tríplice para PGR: quatro membros concorrem ao cargo

Estão na disputa: Carlos Frederico, Mario Bonsaglia, Raquel Dodge e Rodrigo Janot

 

Quatro membros do Ministério Público Federal formalizaram registro para compor a Lista Tríplice para Procurador-Geral da República. Hoje, 15, o presidente da ANPR, José Robalinho Cavalcanti, recebeu requerimentos do atual PGR, Rodrigo Janot, e dos subprocuradores-gerais da República Mario Luiz Bonsaglia e Raquel Elias Ferreira Dodge. Eles se juntam ao subprocurador-geral da República Carlos Frederico Santos, que logo no primeiro dia de inscrições – 5 de junho – protocolou a candidatura.

Ao agradecer aos candidatos pela disposição em concorrer ao pleito, Robalinho destacou a importância da consulta à carreira. “A Lista Tríplice é motivo de orgulho para os procuradores da República por sempre reunir nomes da mais alta qualidade técnica e que exercem liderança dentro da instituição”, afirmou Robalinho.

A partir de amanhã, inicia-se o período de campanhas que será de 50 dias. Os candidatos terão até 4 de agosto para apresentar propostas e debater ideias. O calendário de debates será definido pela ANPR de forma consensual com os concorrentes.

Votação - A escolha do candidato é plurinominal, facultativa e secreta. O voto em trânsito será permitido nas unidades do MPF.

O processo de votação será o mesmo utilizado nos dois últimos pleitos para formação da Lista Tríplice para PGR, que é igual ao das eleições para o Conselho Superior do Ministério Público Federal e para o Conselho Nacional do Ministério Público.

A consulta ocorrerá no dia 5 de agosto, das 10h às 18h30, sob supervisão e apuração da comissão eleitoral composta por três sócios da ANPR.