Força-Tarefa da Lava Jato recebe premiação internacional

Premiação foi recebida nos EUA, na noite de ontem, 24

A Força-Tarefa do MPF na Operação Lava Jato ganhou reconhecimento internacional, na noite de ontem, 24. As investigações promovidas pela equipe composta por 11 membros foi a grande vencedora do prêmio Global Investigations Review (GIR), na categoria "Órgão de Persecução Criminal ou Membro do Ministério Público do Ano".

Em cerimônia realizada em Nova Iorque (EUA), os procuradores Deltan Martinazzo Dallagnol, Carlos Fernando dos Santos Lima e Roberson Henrique Pozzobon receberam a premiação em nome de toda a equipe.

O trabalho concorreu com seis outros, entre eles o do Gabinete do procurador do Distrito Leste de Nova Iorque, por suas investigações no caso Fifa, e do escritório britânico contra fraudes financeiras (SFO), pela condenação a 14 anos de Tom Hayes no caso da manipulação da taxa de referência interbancária Libor.

Formada por procuradores da República que estão na linha de frente da investigação na primeira instância da Justiça Federal do Paraná, até o momento, a equipe conquistou resultados como: recuperação de R$ 1,5 bilhão dos cerca de R$ 6,2 bi descobertos que foram usados no pagamento de propina; 31 acusações criminais contra 143 pessoas por crimes de corrupção contra o Sistema Financeiro Nacional; pedido de ressarcimento de R$ 6,7 bilhões, em 5 acusações de improbidade administrativa propostas contra 37 pessoas e empresas.

Compõem a equipe: Deltan Martinazzo Dallagnol (coordenador), Antônio Carlos Welter, Carlos Fernando dos Santos Lima, Januário Paludo, Orlando Martello Junior, Athayde Ribeiro Costa, Diogo Castor de Mattos, Roberson Henrique Pozzobon, Paulo Roberto Galvão, Júlio Noronha e Laura Tessler. Andrey Borges de Mendonça já fez parte do grupo e atua como colaborador.

Conheça o prêmio – O Global Investigations Review (GIR) é um site de notícias que tem se firmado no cenário internacional como um dos principais canais sobre investigações contra a corrupção. O prêmio foi instituído para reconhecer e celebrar os investigadores e as práticas de combate à corrupção e compliance que mais se destacaram no último ano. Em seis categorias, foram reconhecidos trabalhos investigativos respeitados e admirados em todo o mundo. Os países que disputaram o prêmio com o Brasil foram Estados Unidos, Noruega, Reino Unido e Romênia.

Conheça o GIR visitando o site: http://globalinvestigationsreview.com/