Vivências no MPF

Com o propósito de relatar atuações do MPF comprometidas com os direitos humanos, procuradores e procuradoras da República lotados em várias regiões do país contribuíram para uma série de artigos, que foram publicados semanalmente no segundo semestre de 2020. A série se chamou “Histórias e direitos humanos – Vivências no MPF”, e os artigos foram publicados semanalmente no site JOTA.

O objetivo não consiste em homenagear a atuação do órgão, mas sim em contar histórias e refletir criticamente acerca da contribuição do sistema de justiça, especialmente do MPF, para a efetivação de direitos fundamentais. Apresentar vivências da instituição e identificar possibilidades na promoção de direitos é a principal finalidade. Se não há como desprezar a erosão vivenciada, não se pode perder o foco da fertilidade do terreno e das potencialidades das sementes.