Amazônia Protege utiliza tecnologia para propor mais de 3,6 mil ações

Para dar sequência às lembranças dos vencedores da categoria Meio Ambiente do Prêmio República, a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) traz, nesta quinta-feira (4), o projeto "Amazônia Protege - Compromisso com o futuro", vencedor de 2018.

O "Amazônia Protege - Compromisso com o futuro" é uma ação coordenada em todos os estados da Amazônia Legal que utiliza tecnologia geoespacial para a identificar áreas desmatadas ilegalmente. O trabalho possibilitou até hoje propor 3.600 ações civis públicas buscando a punição dos responsáveis pelos desmatamentos acima de 643 mil hectares. No total, as ações pediram mais de R$ 10,3 bilhões em reparações pelo meio ambiente degradado.

O procurador Nívio de Freitas Silva Filho conta um pouco do trabalho realizado. 

O Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal é uma iniciativa da ANPR e tem o objetivo de identificar e dar visibilidade à atuação dos membros do MPF, além de estimular parcerias com a sociedade.

A premiação foi criada em 2013, reconhecendo atuações de destaque de membros do MPF. Em 2014 passou a premiar iniciativas da sociedade civil e, em 2015, foi instituído o mérito aos profissionais da imprensa brasileira. Três anos depois, criou a categoria Advocacia de direitos coletivos.


Imprimir   Email