Confira o ANPR debate sobre racismo religioso e o MPF

O racismo religioso foi o tema escolhido pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) para o ANPR Debate de 7 de julho. A discussão recebeu pesquisadores, representantes religiosos e membros do Ministério Público Federal com atuação destacada na área.

Participaram da conversa os procuradores da República Julio Araújo, que atuou na procuradoria da República no Amazonas (PR/AM) como titular do 5º Ofício, tratando de temas relacionados a populações indígenas e comunidades tradicionais; e Jaime Mitropoulos, integrante do GT de enfrentamento ao racismo da PFDC; relator da Relatoria sobre Violência Religiosa e Estado Laico; integrante de GT patrimônio cultural, da 4ª CCR; integrante do Grupo de Trabalho de Enfrentamento ao Racismo e da comissão de defesa de Direitos Fundamentais do CNMP.

Fora do MPF, os convidados foram o Babalawô Ivanir dos Santos, pesquisador e coordenador de área de pesquisa no Laboratório de História das Experiências Religiosas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), membro da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros e conselheiro Estratégico do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas; mãe Dolores Lima, psicóloga, especialista em educação pela Universidade Federal Fluminense e pesquisadora do Laboratório de Estudos em Política, Planejamento e Assistência em DST/Aids da UFRJ; e a mãe Flávia da Silva Pinto, cientista social com especialização em Politicas Publicas de Gênero na America Latina, mestranda em Sociologia Política e ex-integrante do Comitê Nacional de Liberdade Religiosa.


Imprimir   Email